Editora da UFRNEditora da UFRN

Menu
K
P

Vamos pensar as mídias na escola?: Educação Física, movimento, tecnologia

  • Autor/ Organizador: Allyson Carvalho de Araújo (Org.), Alison Pereira Batista (Org.), Márcio Romeu Ribas de Oliveira (Org.)
  • ISBN: 978-85-425-641-9
  • Ano de publicação: 2016
  • Linha editorial
  • Coleção/ Série: Coleção Megaeventos Esportivos
  • Tipo de publicação: Digital
  • Formato/suporte: Adobe PDF
  • Número de páginas: 119
  • Palavras-chaves: Educação física,  Estudo e ensino, Comunicação de massa e esportes, Tecnologia educacional, Esportes no cinema
  • Link para baixar o livrohttps://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21406
  • Sinopse: Os textos que compõem esta coletânea são tributários das inquietações de um grupo de professores-pesquisadores frente às formas de promover um enlace de temas mediados e consumidos pela sociedade com os conteúdos da Educação Física escolar. As reflexões registradas e os desafios postos foram gestados a partir de pesquisa-ação junto à rede Municipal de Ensino da Cidade de Natal (RN), possibilitada pelo financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) pelo Edital 091/2013. Durante a leitura, você terá acesso às ideias de diversos pesquisadores que compõem o Laboratório de Estudos em Educação Física, Esporte e Mídia (LEFEM) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), com a participação brilhante de integrantes do Grupo ESQUINA: Cidade, Lazer e Animação Cultural, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Nesse sentido, é na relação estabelecida entre conceitos e prática pedagógica que se constroem as ideias desta coletânea. A estrutura do livro parte da premissa de que cada professor, ao se debruçar na leitura, se apropria das ideias de uma forma particular e expressa esse movimento com anotações e relações com seu campo de atuação, lembranças de práticas já vivenciadas em suas aulas, novas ideias que surgem na imersão da temática etc. Dessa forma, a obra conta com espaços a ser apropriados pelo professor, para que cada um seja também coautor de cada capítulo, além de espaços inteiros para elaborações de novas ideias de usos pedagógicos das tecnologias de informação e comunicação.
Voltar