Editora da UFRNEditora da UFRN

Menu
K
P

Ensaios sobre justiça, reconhecimento e criminalidade

  • Autor/ Organizador: Juliana Melo (Org.), Daniel Simião (Org.), Stephen Baines (Org.)
  • ISBN: 978-85-425-0655-6
  • Ano de publicação: 2016
  • Linha editorial
  • Coleção/ Série
  • Tipo de publicação: Digital
  • Formato/suporte: Adobe PDF
  • Número de páginas: 671
  • Palavras-chaves: Direito e antropologia, Criminalidade, Direito – Aspectos sociais
  • Link para baixar o livrohttps://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21454
  • Sinopse: A obra amplia o campo de estudo sobre Antropologia do Direito. A partir de diferentes focos e perspectivas teóricas, os ensaios reunidos buscam pensar sobre as relações entre "fatos sociais" e "leis" e apreender os sentidos de justiça a partir das categorias acionadas pelos próprios atores contextualmente. Também evidenciam as tensões e as contradições dos sistemas de justiça criminal e de segurança pública no contexto nacional e um conceito de igualdade jurídica cuja base é a desigualdade. Além de uma perspectiva multidisciplinar e da ênfase no trabalho de campo, a maior parte dos autores busca refletir sobre questões atuais e relevantes em termos acadêmicos e sociais, como, por exemplo, a relação entre o aceso à justiça no Brasil e a configuração de certos tipos morais e carreiras criminais; ou a relação entre violência, criminalidade e encarceramento massivo; entre inúmeras outras possibilidades que o livro propõe. A coletânea está organizada em torno de quatro eixos principais, quais sejam: (1) Desafios da Equidade; (2) Gênero; (3) Juventude e (4) Povos Tradicionais. Os textos podem ser lidos de acordo com essa ordem e tendo em vista as conexões propostas, mas outras possibilidades de combinação são possíveis. Ressalte-se, inclusive, que o livro faz parte do Projeto Procad Universidade de Brasília – UNB/ Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN, denominado Conhecimentos tradicionais, direitos e novas tecnologias: interfaces da Antropologia contemporânea, e foi viabilizado, em grande medida, por recursos provenientes do CNPq. Entre outros aspectos, trata-se, portanto, da materialização de alguns dos resultados do Projeto que, efetivamente, fortaleceu os vínculos acadêmicos entre os Programas de Pós-Graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte/UFRN e da Universidade de Brasília/UNB, particularmente.
Voltar